O Blog Do Mendes

Desdita

Publicado em Penas de Pato por miguelaj em January 7th, 2010

DESDITA

Desdita

Ouvi da minha desdita

Certo dia em que eu passei

Numa ruela tão estreita

Onde fica, já nem sei

Calhou de estar à janela

Nessa dia àquela hora

A criatura tão bela

Que naquela casa mora

Delicada de cintura

E com setas no olhar

Viu-me naquela  figura

E a sorrir mandou-me entrar

Nesse dia a mesma hora

Não chegou pelo jantar

O fiador da cidade

Lá o foram procurar

Veio dar ao pé rio

Sem roupas, sem cor, desfeito

Com as vergonhas de fora

E três facadas no peito

Por nunca ter um tostão

Fui o primeiro suspeito

Fui nomeado  vilão

Naquele golpe perfeito

E logo de manhazinha

Ao juiz eu fui chamado

E qual não foi o meu espanto

Eu já lá tinha estado

Era aquela tal  ruela

Estreita como a minha sorte

Sem ter ninguém à janela

Desta vez bati à porta

Sem nada que desculpasse

Obra que eu não assinei

Fosse qual fosse o desfecho

Nada tinha contra a lei

O meu alibi ficou preso

Num nó da minha garganta

Sei que se põe à janela

Se houver sol, ainda canta

Get the Flash Player to see the wordTube Media Player.

download (clicar no botão direito do rato e escolher “save target as” ou “guardar destino como”)

17 Responses to 'Desdita'

Subscribe to comments with RSS or TrackBack to 'Desdita'.

  1. Berto Maluco said, on January 7th, 2010 at 7:36 pm

    Grande malha!!

    Estreita como a minha sorte

  2. Farney said, on January 7th, 2010 at 11:33 pm

    Men, tá incrivel esta malha!! O meu parabém!

  3. Marta said, on January 8th, 2010 at 11:53 am

    LINDA

  4. Catarina Ferreira said, on January 12th, 2010 at 10:57 pm

    Gosto muito! Está realmente fenomenal 😉

  5. lina said, on March 9th, 2010 at 8:05 pm

    sem palavras. muito bom, como sempre.

  6. Carolina Camacho said, on March 27th, 2010 at 10:17 am

    Adorei Mendes! Tenho que arranjar maneira de te trazer cá! 😛 *

  7. Helena said, on April 6th, 2010 at 12:11 am

    Uma cantiga de Amor! Parabéns Miguel és um trovador do século XXI…

  8. Paulo Niza said, on April 12th, 2010 at 9:23 pm

    Espetacular!!! Esta e a Isaura são fora de série…

    Graças a ti e aos Azeitonas, nunca falta reportório para o fora de palco da minha tuna…

    Brutal!!!

    Parabéns e continua

  9. Marta said, on April 18th, 2010 at 12:49 am

    De facto… Além de músico, és um poeta!!

    Tá brutal! Parabéns! Por esta e por todas (sem excepção) as outras.

    Gosto especialmente desde verso:

    Era aquela tal ruela

    Estreita como a minha sorte

    eheh..

    “BEM HAJA”
    Marta

  10. sofiactx said, on August 13th, 2010 at 11:09 pm

    Gosto tanto. Trago-a na cabeça.

  11. Zeca said, on September 27th, 2010 at 10:57 pm

    Esta musica é um PLÁGIO flagrante dos “Indios da Meia Praia” do Zeca Afonso!
    Assim é fácil compor… mudar duas notinhas e pimba… já está!

  12. Atento said, on September 28th, 2010 at 4:21 pm

    Zeca… agora que falaste… realmente… isto é mesmo igual!

    É uma vergonha o que se passa com esta gente que só sabe copiar e viver do talento dos outros!

    Mas estes não são únicos:

    http://copiadoemportugal.blogspot.com/

    enfim… Vamos denunciando!

  13. Eduardo said, on December 13th, 2010 at 5:10 pm

    Chorei à primeira vez. Bom trabalho. Continua. Até quarta.

  14. Não me posso calar said, on December 13th, 2010 at 5:36 pm

    Primeiro, quem não tem trabalho para mostrar não pode criticar.
    ZECA e ATENTO, vou ensinar-vos qualquer coisa. Quando se compõem uma canção, escolhe-se uma linha melódica, e neste caso a letra encaixa perfeitamente na linha melódica escolhida. Há sempre alguma música que se parece com outra. O Mendes é um tipo criativo o suficiente para não precisar de copiar, ainda assim não tinha mal nenhum em “citar” um génio como o Zeca Afonso de quem todos nos gostamos. Fica com esta ideia, Linha melódica.
    Tenho que dar uma na ferradura agora, a mim fez-me lembrar uma canção das Vozes da Rádio, Peúgas e Pijama. Só para dar um exemplo de como se pode encotrar facilmente semelhanças entre musicas diversas.

  15. Edgar Teixeira said, on December 4th, 2012 at 2:36 pm

    Esta é uma grande música, e dizer que é uma cópia lá do Zeca Fonsos, é uma estupidez
    Esse tal de Zeca, que poucos ouviram falar, e é apenas um bebado que pensa que sabe cantar, é simplesmente uma anedota
    PF não comparem esta anedota ao grande Miguel, até mete pena

  16. Zé Maria said, on March 3rd, 2013 at 11:25 pm

    Quem dera ao Zeca Afonso fazer uma musica destas!

    Estão todos malucos

  17. Arlette said, on September 13th, 2016 at 1:56 am

    If you are interested in topic: earn income through online banking – you should read about Bucksflooder first

Leave a Reply